quinta-feira, 10 de julho de 2008

Favoritos no salto com vara


A prova de salto com vara e uma das mais bonitas do mas em contra partida uma das mais demoradas, chegando a ter uma final quase quatro horas de duracao. As mulheres so entraram na disputa em 1996 enquanto os homens participam ha anos.
Lembrando que continuo sem acentos da Lingua Portuguesa.

Na prova feminina, a russa Yelena Insibayeva e a principal favorita da prova. Campea mundial indoor esse ano e out door ano passado, nao tem tido adversarias na prova ultimamente, mas esse ano ainda nao fez uma boa marca em provas descobertas.
Para Pequim, parece ter uma adversaria a altura. A americana Jenniffer Stuczyski conseguiu duas excelentes marcas este ano, com 4m90 e pode ameacar a russa que tem a melhor marca de 5m01, que e recorde mundial. Dificilmente o ouro saira das maos destas duas atletas.

A tchaca Katerina Badurova foi medalha de prata no mundial do ano passado com a marca de 4m75. Ela foi decima segunda na última olimpíada e agora brigará pela medalha. Esse ano ainda não conseguiu uma boa marca. Já a brasileira Fabiana Muller, sexta no último mundial, foi medalha de bronze no mundial indoor deste ano e conseguiu saltar 4m80 esse ano, a segunda melhor da temporada.
Outra russa, Svetlana Feofanova é uma das favoritas para medalha. Ela foi bronze no mundial do ano passado e esse ano já saltou 4m75. A polonesa Monika Pyrek foi quarta no mundial do ano passado e conseguiu a marca de 4m82 em um meeting, e se repetida irá ao pódio com certeza.

Aposta
Yelena Insibayeva(RUS)- Ouro
Jenniffer Stuczyski(EUA)- Prata
Katerina Badurova (RTC)- Bronze

NOS JOGOS OLÍMPICOS
Yelena Insibayeva protagonizou um dos momentos mais bonitos do atletismo em Pequim ao bater o recorde mundial, que já era seu, em um centímetro, chegando a inacreditáveis 5m05. Ela, sempre tranquila, iniciou sua prova na altura do 4m70 quando a maioria de suas adversárias já estava eliminada. Depois, saltou 4m85 e com o ouro já garantido saltou 4m95 na última tentativa para bater o recorde olímpico. O recorde do mundo veio também na terceira tentativa.
A prata foi para a americana Jenniffer Stuczyski que, com 4m80 conquistados na primeira tentativa não foi páreo para suas adversárias. O bronze foi para a russa Svetlana Feofanova com 4m75, mesma marca que sua compatriota Yulia Golubchikova.
A brasileira Fabiana Murer, real candidata para a medalha de bronze na competição, foi muito prejudicada pelo sumiço de uma de suas varas. Desta forma, teve de saltar os 4m65 com uma vara apropiada para 4m80 e não conseguiu sucesso. Ela saltava claramente acima do sarrafo, mas não conseguia ultrapassá-lo exatamente pela diferença de sua vara, adequada para alturas maiores.
A tcheca Katerina Badurova sequer foi a final.

Entre os homens, o favorito é o americano Brad Walker, campeão mundial ano passado e vice campeão mundial em 2005. Ele já saltou 6m05 esse ano e tem o melhor resultado da temporada. Outro americano que está cotado para medalhas é Darek Miles, que venceu as seletivas americanas com 5m80.
O experiente francês Romain Mesnil foi vice campeão ano passado com a marca de 5m86, a mesma do campeão. Mesnil foi medalha de bronze no mundial de 2001 indoor mas esse ano ainda não conseguiu um bom resultado.
Quem foi terceiro colocado no mundial do ano passado, com 5m81, foi Danny Ecker. Ecker esse ano não tem uma boa marca. Ele salta desde 1995 e já chegou a marca de 6m02 durante a carreira.

O australiano Steve Hoocker tem a segunda melhor marca do ano até o momento com 6m. Ele foi bronze no mundial indoor deste ano e venceu a superfinal de 2006. O russo Evgeniy Lukyanenko tem a terceira melhor marca do ano com 6m. Ele foi campeão mundial indoor esse ano e foi sexto ano passado.
Os ucranianos Denis Yurchenko e Maksym Mazuryk conseguiram marcas expressivas esse ano mas devem ficar distantes da medalha. Denis tem como melhor resultado a nona posição no mundial de 2005 enquanto Maksym foi sexto no mundial indoor deste ano.

Aposta
Brad Walker(EUA)- Ouro
Steve Hoocker( AUS)- Prata
Darek Milles (EUA- Bronze

NOS JOGOS OLÍMPICOS
O australiano Steve Hoocker conseguiu além da medalha de ouro, bater o recorde olímpico da prova com 5m96, altura que conseguiu ultrapassar na terceira tentativa, mesma forma que havia superado o 5m90 que lhe garantiu o ouro.
A medalha de prata ficou com o russo Evgeniy Lukyanenko, que quase se complicou no 5m60 quando só ultrapassou na terceira chance. Isso o fez voltar para a prova e conseguiu saltar os 5m70 e 5m80 na primeira tentativa. O salto da prata veio ainda nos 5m70, já que o terceiro colocado fez 5m70.
Denis Yurchenko manteve sua tradicional regularidade, saltou 5m70 e conseguiu o bronze graças ao "baixo nível" da prova. Conseguiu passar os 5m45 na terceira tentativa e o 5m60 na segunda. Para o 5m70 passou de primeira e ficou em terceiro lugar.
Derek Miles quis abrir mão de saltar os 5m75 e acabou errando suas três tentativas nos 5m80, ficando na quarta posição. Jpa Brad Walker deve se arrepender a cada segundo de ter tentado entrar nas eliminatórias somente com 5m65 errando os três saltos e ter ficado fora da final.

Um comentário:

estevamluiz disse...

A Feofanova tem mais chance de bronze que esta que você colocou aí. Até a Pyrek e a Murer tem mais chances, ao meu ver. Mas a briga pelo bronze vai ser assim, entre umas 5 mulheres.

A Stucyzynsky saltou 4m92 já, só que a IAAF ainda não colocou no site.

No masculino, o Brad Walker ganha medalha com certeza. Mas o resto é meio indefinido. O Hooker tem grande chance, e, pra mim, o 3º com mais chances é o russo Lukyanenko. Mas o salto com vara masculino é mias inconsistente em resultados que o feminino, impossível definir posições exatas.